800 007 970 (Gratuito para españa)
658 598 996
·WhatsApp·

23 jun 2010

Qualidade de Vida dos Estudantes de Desporto no Ensino Superior

/
Enviado por
/
Comentarios0
/
Etiquetas

Completa la información

Contenido disponible en el CD Colección Congresos nº14.

¡Consíguelo aquí!

O presente estudo teve por objectivo caracterizar a qualidade de vida de 111 estudantes do 1º ano (M. idades = 22,09A), pertencentes à Escola Superior de Desporto de Rio Maior (Portugal), tendo em conta as variáveis independentes curso, idade e sexo.
 
Autor(es): Vitorino, Anabela¹; Sequeira, Joana; Perez Manuel; Ramos, Aida; Simões, João
Entidades(es): Escola Superior de Desporto de Rio Maior - Instituto Politécnico de Santarém
Congreso: XII Congreso Nacional de Psicología de la Actividad Física y el Deporte
Pontevedra: 23-26 de Junio de 2010
ISBN: 978-84-614-1163-4
Palabras claves: saúde, estudantes, física

O presente estudo teve por objectivo caracterizar a qualidade de vida de 111 estudantes do 1º ano (M. idades = 22,09A), pertencentes à Escola Superior de Desporto de Rio Maior (Portugal), tendo em conta as variáveis independentes curso, idade e sexo. Segundo WHOQOL Group (1994, citado por Canavarro et al., 2007), a qualidade de vida é definida como "a percepção do indivíduo sobre a sua posição na vida, dentro do contexto dos sistemas de cultura e valores nos quais está inserido e em relação aos seus objectivos, expectativas, padrões e preocupações". Este conceito apresenta uma perspectiva multidimensional, que contempla a influência da saúde física, estado psicológico, nível de independência, relações sociais e crenças pessoais. Sabendo que a adaptação e realização académica do estudante do ensino superior são afectadas por uma multiplicidade de aspectos de índole pessoal, relacional e institucional (Almeida, 1998), tais aspectos poderão afectar a qualidade de vida percepcionada. Para a realização do estudo utilizou-se o World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-Bref), que avalia a Qualidade de Vida em 4 domínios específicos: Físico, Psicológico, Relações Sociais e Meio Ambiente. Através da análise dos resultados, verificou-se que em relação ao sexo, os valores médios obtidos são similares, indicando que não existem diferenças significativas. Os domínios Físico e Psicológico apresentam uma correlação positiva com a variável idade. No domínio Meio Ambiente, os valores médios são mais reduzidos em todos os cursos, o que pode estar relacionado com as alterações contextuais e sociais da entrada no ensino superior.

 
 

Responder

Otras colaboraciones