800 007 970 (Gratuito para españa)
658 598 996
·WhatsApp·

6 may 2010

Anthropometric profile of the swimmers of categories child and adult Uberlândia – MG.

/
Enviado por
/
Comentarios0
Introduction: the characteristics of body composition in high-performance athletes can help coaches with relevant information during the training process, as seen as an important factor in selection of talent.

Autor(es): Milena Samora dos Santos
Entidades(es): Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Educação Física Uberlândia – MG – Brasil
Congreso: III Congreso Internacional de Ciencias del Deporte y Educación Física
Pontevedra- 6-8 de Mayo de 2010
ISBN: 978-84-613-8448-8
Palabras claves: swimming, anthropometric measurements, maturation.

Astract Anthropometric profile of the swimmers of categories child and adult

Introduction: the characteristics of body composition in high-performance athletes can help coaches with relevant information during the training process, as seen as an important factor in selection of talent. Methods: had been analyzed anthropometric variables swimmer male category for adults and child: weight, stature, spread, hip height, trunk and hip circumference and total fat percentage (calculated on the skin folds of the thigh, abdomen, suprailiac, medial axillary, pectoral, triceps, biceps, sub scapular and leg). Results: the means of anthropometric variables to the adult category were 26.91%, 8.12%, 9.80%, 10.60%, 16.21%, 11.21% and 1.11% respectively higher compared the child category. Discussion: the increase of mass can be understood as normal changes during adolescence. The increase in stature occurred by the interactions of genotype with the environment and the variability in the growth process between individuals. The spread has a correlation with height and age. As for the measures of hip height, trunk and hip circumference was not found anything in the literature that proves these results. The total fat was not a statistically significant difference, because there are major changes throughout the process of development from adolescence to adulthood. Conclusion: the change in anthropometrics measurements happens due to various changes at the stage of development: biological changes, puberty, psychologically as well as physical changes.

IntroduçÃo

A participação em modalidades esportivas, na juventude, tem sido associada a proporções corporais e composição corporal específicas aos seus praticantes. Existe um considerável interesse em identificar as características físicas associadas ao sucesso em diversas modalidades esportivas, como por exemplo, a natação. Os fatores cineantropométricos e/ou morfológicos podem exercer importante papel no rendimento esportivo, bem como auxiliar treinadores com informações relevantes durante o processo de treinamento, sendo também um elemento importante para seleção de talentos. Pelayo et. al (1996) salientam a importância das características antropométricas como estatura, comprimento de membros, envergadura, em diferentes provas do estilo livre, independente do sexo dos nadadores. É notória a discussão acerca da importância do exercício físico, principalmente o treinamento sobre as alterações ocorridas no processo de crescimento e desenvolvimento. Conseqüentemente, é comum a visão de que o jovem atleta, principalmente o nadador, venha a apresentar modificações em variáveis antropométricas (crescimento), maturacionais e de composição corporal, de uma maneira sempre positiva e superior às previstas para um jovem normal (CASTRO, 2002). Do ponto de vista biomecânico, quando se discute o tipo físico de um nadador, tem-se em mente que este apresente proporções de segmentos (estatura, envergadura, circunferências) que lhe permitam um maior desempenho na água, a partir da aplicação das alavancas solicitadas pelos diferentes estilos (CASTRO, 2002). Segundo Péreze et. al (2006) faz-se necessário investigar mais especificamente o perfil antropométrico do jovem atleta de natação, destacando as diferenças existentes entre as categorias competitivas devido à ausência de valores de referência na natação, principalmente em jovens nadadores brasileiros.

METODOLOGIA

O grupo amostral foi composto por trinta e três atletas de natação do gênero masculino da cidade de Uberlândia, dos quais 19 são da categoria adulta (18,2 ± 1,5 anos) e 14 da categoria infantil (13,7 ± 0,5 anos). Os testes foram realizados no Centro de Excelência Esportiva (CENESP) da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Uberlândia-MG. Foram realizadas as seguintes medidas antropométricas: massa (kg), estatura (cm), envergadura (cm), dobras cutâneas (mm) da coxa, abdome, supra-ilíaca, axilar média, peitoral, tríceps, bíceps, subescapular e perna. Com as medidas das dobras cutâneas, foi calculado o percentual de gordura total, através da equação de Faulkner (1968). Para a medida da massa corporal foi utilizada uma balança digital da marca MICHELETTI, com grau de precisão de 50g. Registrada em “Kg”, mensurada com os sujeitos em posição ortostática com o mínimo de roupa possível, no centro da plataforma, evitando oscilações na leitura da medida. A estatura foi mensurada utilizando um estadiômetro da marca SANNY, com precisão da escala de 0,1 cm. Registrada em “cm”, mensurada com os sujeitos descalços, de roupa de banho e em posição ortostática sobre o estadiômetro, membros superiores pendentes ao longo do corpo, pés unidos e em contato com a escala de medidas. Determinando-se a medida correspondente à distância entre a região plantar e o vértex. Para a envergadura foi usado outro estadiômetro, na horizontal, com precisão da escala de 0,1 cm. Registrada em “cm” com os sujeitos em posição ortostática, braços abertos e estendidos. A mensuração da circunferência do tronco e quadril aconteceu utilizando-se uma fita métrica da marca CERCOF com precisão de escala de 0,1 cm, sobre a linha dos mamilos e sobre o ponto mesoesternal. A circunferência do quadril foi feita sobre o trocânter maior de cada fêmur, em pé e com os pés unidos e de lado para o avaliador. As dobras cutâneas foram medidas por um compasso que permite a mensuração da gordura corporal, por meio da coleta de pregas (dobras) cutâneas. Foi usado o compasso da marca CERCOF com um grau de compressão de 10g/mm2. O compasso foi posicionado aproximadamente, a 1 cm do ponto de fixação dos dedos. Coxa: de acordo com as proposições de Heyward (1996). Abdominal: Prega vertical ou horizontal tomada a 2,5 cm à direita da cicatriz umbilical. Suprailiaca: Prega obliqua medida num ponto médio entre a ultima costela e a crista ilíaca. Axilar medial: Prega vertical, na linha media axilar no nível da união xifoesternal – ponto onde o cartílago costal das costelas 5a e 6a se articula com o esterno, ligeiramente superior, do extremo inferior da apofisis xifóide. Peitoral: Em mulheres o ponto de mensuração passa a ser a um terço da distancia da linha axilar anterior e a mama. Triciptal: Parte posterior do braço, sobre o tríceps, no ponto medial de uma linha imaginaria entre o ponto distal e proximal do tríceps. Subescapular: Prega obliqua medida imediatamente abaixo da extremidade o ângulo inferior da escapula. Biciptal: Prega vertical, na face anterior do braço, sobre o bíceps braquial, no ponto médio entre o acrômio e a cabeça do radio. Perna: A fixação do compasso, posicionado paralelo ao solo, foi feita na parte medial da perna, no ponto de maior circunferência. Foram calculados a média e o desvio padrão das variáveis antropométricas e ainda, relacionando os valores máximos e mínimos. Estes resultados foram analisados pelo teste T-Student, para amostras independentes, através do software Statistica Switcher.

RESULTADOS

Tabela 1: Média, desvio padrão, valores mínimo e máximo das variáveis antropométricas. Contenido disponible en el CD Colección Congresos nº  13.

Verificou-se que as médias das variáveis antropométricas: massa corporal, estatura, envergadura, altura do quadril, circunferência do tronco, circunferência do quadril e gordura percentual total da categoria adulta foram 26,91%, 8,12%, 9,80%, 10,60%, 16,21%, 11,21% e 1,11%, respectivamente superiores em relação à categoria infantil.

Figura 1: Médias da massa corporal (a) e gordura total (b) nas categorias adulto e infantil. Contenido disponible en el CD Colección Congresos nº  13.

Figura 2: Médias da estatura, envergadura, altura do quadril, circunferência do tronco e do quadril da categoria adulto e infantil. Contenido disponible en el CD Colección Congresos nº  13.

DISCUSSÃO

A massa corporal média dos nadadores da categoria adulta é 26,91% maior que a média dos nadadores da categoria infantil. Dentro de vários fatores, o principal são as grandes alterações da massa na fase da adolescência. O ganho de peso em meninos adolescentes ocorre basicamente por causa de aumentos da altura e na massa muscular, já que a massa adiposa tende a permanecer relativamente estável nesse período. A maturação esquelética, o aumento no tecido muscular e o crescimento dos órgãos contribuem para os ganhos de peso na adolescência, tanto para meninos como para meninas. E esse ganho será afetado por dieta, exercícios, motilidade gástricas e por fatores gerais de estilo de vida, bem como por fatores hereditários. Por volta dos 10 anos, os meninos terão atingido aproximadamente 55% de seu peso adulto final e continuam a apresentar ganho significativo de peso até aproximadamente à idade de 22 anos.  A estatura média dos nadadores da categoria adulta é 8,12% maior que a média dos nadadores da categoria infantil. Os nadadores da categoria infantil (média de idade de 13 anos) se encontram na fase da adolescência, período caracterizado por interações de genótipo com o ambiente, no qual ocorre considerável variabilidade no processo de crescimento entre indivíduos. O surto de crescimento adolescente é um período que dura aproximadamente quatro anos e meio. Os meninos em média, iniciam seus surtos de crescimento por volta da idade de 11 anos, alcançam sua velocidade de chegada ao pico de altura aos 13 anos e estabilizam-se aos 15 anos (GALLAHUE et al, 2005). A média da categoria adulta foi 9,80% maior em relação à categoria infantil quando se analisa a envergadura. Na anatomia humana, a envergadura é a maior distância medida entre as pontas dos dedos médios de cada mão. Medidas lineares como envergadura e estatura, podem ser fatores decisivos para maiores valores de distância de braçada (FRANKEN; CARPES; CASTRO, 2007).    A determinação da envergadura nos testes antropométricos é utilizada de forma correlacionada com a estatura, o que sugere uma vantagem hidrodinâmica para os nadadores. Um aumento de 10%, 16% e 11% da categoria infantil para a adulta nos resultados da altura do quadril, circunferência do tronco e do quadril, respectivamente. Na literatura não foi encontrado estudos que comprovem este tipo de resultado, apesar da diferença estatisticamente significativa encontrada em relação às categorias estudadas.Apesar dos valores médios do percentual de gordura total serem diferentes entre as duas categorias (adulta = 10,08% e infantil = 10,68%), essa diferença não é considerada estatisticamente significativa. Como mencionado anteriormente, foi verificado que nessa fase de desenvolvimento não há modificações significantes para adolescentes na faixa estudada bem como para a transição á categoria adulta. Tanto meninos como meninas aumentam a quantidade de gordura corporal durante a puberdade. Indivíduos com maturação sexual precoce costumam ser mais gordos, especialmente meninas, e continuam mais gordos, mais altos e com menor capacidade aeróbia quando se tornam adultos. Kemper et. al (1997), em um estudo longitudinal de 9 anos envolvendo 200 jovens (13 a 22 anos), concluíram que indivíduos com maturação sexual mais tardia apresentavam ingestão energética maior e um padrão de atividade ligeiramente superior aos adolescentes com maturação sexual precoce, o qual resultou num percentual de gordura corporal menor no primeiro grupo.

CONCLUSÃO

A partir dos dados analisados no presente estudo, pode-se concluir que a significante diferença estatística entre as medidas antropométricas calculadas: estatura, massa, envergadura, circunferência de tronco e quadril, altura do quadril tem como principal razão as várias modificações ocorridas na fase de desenvolvimento, na adolescência. As mudanças biológicas, psicológicas, físicas e a maturação sexual sinalizam as alterações antropométricas analisadas, estabilizando-se por volta dos 18 anos (média de idade dos nadadores da categoria adulta estudada).

Bibliografía

  • CASTRO, J.H.N.Perfil antropométrico e maturacional de nadadores catarinenses de 11 a 16 anos de idade.Florianópolis, SC. 2002.
  • FONTOURA, A. S.; FORMENTIN, C. M.; ABECH, E. A.Guia prático de avaliação física- uma abordagem didática, abrangente e atualizada.São Paulo: Phorte, 2008.
  • GALLAHUE, D.L; OZMUN, J. C. Compreendendo o desenvolvimento motor – Bebês, crianças, adolescentes e adultos.São Paulo: Phorte, 2005.
  • HEYWARD, V. H. e STOLARCZYK, L. M.Avaliação da composição corporal aplicada. São Paulo: Manole, 2000.
  • KEMPER HCG, POST GB, TWISK WR. Rate of maturation during the teenage years: nutrient intake and physical activity between ages 12 and 22. Int J Sports Nutr 1997; 7: 229-40.
  • MALINA, R.M. & BOUCHARD, C. Growth, Maturation and Physical Activity. Human Kinetics Books. Champaign, Illinois, 1991.
  • MICHELS, G. Aspectos históricos da cineantropometria – do mundo antigo ao renascimento. Ver. Bras. Cine. Des.Hum., [S.I.]; v. 2, n.1, p.106-10, 2000.
  • PELAYO, P., SIDNEY, M., KHERIF, T., CHOLLET, D. & TOURNY, C.Stroking characteristics in freestyle swimming and relationships with anthropometric characteristics.Journal of Applied Biomechanics, 12, 197-206.1996.
  • PÉREZ B.M, VÁSQUEZ M., LANDAETA-JIMÉNEZ M., RAMIREZ G., MACÍAS-TOMEI C.Anthropometric characteristics of young venezuelan swimmers by biological maturity status. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano. ISSN 1980-0037.2006.Venezuela.
  • QUEIROGA, M. R. Testes e medidas para avaliação da aptidão física relacionada à saúde em adultos. Rio de Janeiro: Guanabara. 2005.

[congreso_deportes_acuaticos]

Responder

Otras colaboraciones